Infância

Cinema: Amor à primeira vista!

03:00 Anna Vlis 14 Comments


Como disse no post anterior, tinha perdido minha grande alegria que era ler minhas revistinhas mas encontrei um novo amor!
O cinema, eu sempre pedia esmolas na frente do Cine Rex, um dia estava lá na porta, pedindo minhas esmolas, tinha pouca gente na fila, estava fraco o movimento, o que acontecia em dias da semana pois final de semana sempre era lotado.

quando surgiu meu amor pelo cinema


Quando um senhor, que trabalhava no cinema, com um olhar bondoso me perguntou se eu não queria entrar, confesso que não acreditei, as pessoas me queriam longe, muitas me davam esmola só para sair logo de perto delas, eu claro aceitei.

Procurei ficar bem longe de qualquer pessoa, não queria ser expulsa por causa do meu cheiro.

Quando aquela tela se iluminou, meu coração disparou, eu quase não pude acreditar, era mágico e enorme, eu simplesmente amei estar ali!

Toda vez que o cinema estava com poucas pessoas e o filme não era proibido para minha idade,  aquele senhor me deixava entrar.

Mas um dia aquele bom senhor, que me permitiu aprender uma nova forma de sonhar sumiu, nunca soube o que houve com ele, mas não permitiam mais minha entrada, nem sequer me deixavam pedir esmolas na porta do cinema, era sempre enxotada.

Tem (não sei se ainda tem) um Teatro ao lado do Cine Rex, não sabia o que era ou pra que servia, então fui perguntar à moça que estava na porta recebendo quem entrava.

-Tu sabe o que tem lá dentro? Tem filme igual ali (apontando para o cinema)?

-Nada que te interesse, e pare de me aperrear (chatear)

No teatro iam pessoas bem cheirosas e arrumadas, e passei muito tempo tentando imaginar o que havia ali, já que havia desenvolvido uma imaginação maravilhosa graças a leitura e filmes,mas não tive sucesso.

O monstro retorna para nossas vidas, ele alugou uma casinha para minha mãe, e nos colocou dentro, eu não me sentia segura lá e passava os dias na rua, andando, pedindo esmolas ou nadando no rio, sempre me deu muito prazer nadar.

Um dia vi ele conversando com meu irmão, ele tinha uma mania de fazer uma refeição completa (arroz,feijão, carne...) no café da manhã e meu irmão sempre ficava perto.

Quando estava sozinha com meu irmão, tirei a roupa dele e olhei no bumbum dele, para vê se estava machucado, mas o monstro nunca tocou no meu irmão, graças a Deus.

Fomos nadar no rio perto da casa, eu e meu irmão, estávamos brincando no raso já que ele não sabia nadar, quando ele simplesmente sumiu da minha vista, eu fiquei desesperada...(continuação em breve)





Conteúdo que pode te interessar

14 comentários:

  1. Amada linda, quanto mais eu leio sua historia mais eu te admiro! ti amooooooooooooo viu! beijinhosssssssss

    ResponderExcluir
  2. Oi,
    Uma criança nunca esqueça seu primeiro contato com o cinema ou teatro. Gosto muito da forma como você descreve a sua história. Esperando pela continuação.
    Abrçs

    ResponderExcluir
  3. O cinema é um lugar que todas as crianças gostam, é importante a criança ir ao cinema, nem posso imaginar a sua alegria de entrar no cinema. Muito legal você contar a sua vida aqui no blog, Anna bjs.

    ResponderExcluir
  4. Bela história de um coração sofrido mas sonhador, é o que nos fas corajosos diante de tantos obstáculos!
    Com toda certeza estarei aguardando a continuação!
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Gentem que tudo fiquei vidrada na historia,eu tambem me apaixonei pelo cinema e me lembro ate hoje rsrs

    ResponderExcluir
  6. Olá Anna!Que bom que você encontrou a alegria descobrindo este mundo mágico do cinema,e muito triste por desmoronar mais um sonho seu,cada vez que leio sua história fico imaginando uma linda menina sofrendo tantas crueldades,me corta o coração,aguardando a continuação...Deus te proteja sempre!Bjss

    ResponderExcluir
  7. Como não se apaixonar por cinema né? É realmente mágico, é uma pena o bom senhor ter sumido e o monstro ter voltado para vida de vocês, fiquei aflita pelo seu irmão, espero que não tenha acontecido nada de ruim.

    ResponderExcluir
  8. Seus textos são bem legais e esse mais uma vez foi sensacional, encontrar a alegria numa arte é sempre um algo a mais
    Parabéns por mais esse belo texto

    Beijos
    Rafael

    ResponderExcluir
  9. São tantas situações e emoções em um capítulo tão pequeno. Eu também me lembro a primeira vez que fui ao cinema, sensação inesquecível, imagina então a situação relatada na história. Gelado com o final, medo do que virá a seguir...

    ResponderExcluir
  10. Olá,amiga!!
    Que história de vida amiga!!
    Realmente para uma criança o cinema é mágico!!
    A sensação deve ter sido de outro mundo,pois uma telona daquelas,impressiona toda criança.
    Aguardando o próximo capitulo... jssss

    ResponderExcluir
  11. A primeira vez que entrei num cinema foi a coisa mais interessante que aconteceu na minha juventude rsrs, falando isso hoje parece bobo né? Mas realmente foi muito importante pra mim na época ... lendo teu relato me fez recordar também .... Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
  12. Amo ler suas histórias,escreve um livro!
    EU AMO CINEMA não me lembro muito a primeira vez que fui mais lembro quando era criança acho que a primeira foi quando eu era bem pequena, porque me lembro da segunda minha irmã era bebe lembro bem vagamente. Adorei o post estou ansiosa novamente!
    bjus

    ResponderExcluir
  13. Gosto muito de ler suas historias. Te admiro muito, pois suas palavras são muito cheias de verdade e sentimento. Parabéns pelos textos 👏❤

    ResponderExcluir